Redução de 80% na variabilidade da pressão do vapor após melhorias no controle das caldeiras

Software auxilia na análise de malhas de uma central de geração de vapor.

Estabilização e Segurança Operacional

SOLUÇÃO
Estabilização e Segurança Operacional

TIPO DE PROJETO
Alteração da estrutura de controle

CLIENTE
Petrobras

SEGMENTO
Óleo e gás

UNIDADE
Refinaria Isaac Sabbá (REMAN)

PERFIL

  • A Petrobras opera em 25 países, prioritariamente nas áreas de exploração, produção, refino, comercialização e transporte de petróleo, gás natural e seus derivados
  • Localização da planta: Manaus, Amazonas
  • Principais produtos: GLP, nafta petroquímica, gasolina, querosene de aviação, óleo diesel, óleos combustíveis, óleo leve para turbina elétrica, óleo para geração de energia, asfalto
  • Capacidade: 7 milhões e 300 mil litros de petróleo por dia, ou seja, 46 mil barris por dia
  • A refinaria é autossuficiente em energia, dispondo de uma central termoelétrica que produz e distribui 5,8 megawatts, uma capacidade suficiente para atender a demanda por energia de uma cidade com 35 mil habitantes

DESAFIOS

  • Análise do controle regulatório e execução de ações de melhorias em uma central de geração de vapor da refinaria, composta por 3 caldeiras, após as modificações para expansão da unidade. Sendo que cada caldeira pode queimar de forma combinada até 3 combustíveis
  • Aumentar o número de malhas operando em modo automático a fim de reduzir a variabilidade do sistema de produção de vapor. Cerca de 44% das malhas avaliadas operavam 100% do tempo em modo manual, com operador atuando diretamente na válvula de controle

SOLUÇÃO

Engenharia

  • Análise do desempenho das malhas, verificação das estratégias de controle implementadas no SCDC, levantamento de ações de melhorias (classificadas em Manutenção, Configuração do Sistema de Controle e Sintonia), aplicação das ações e documentação

Software

  • BRPerfX – Monitor de malhas de controle. Permite fácil análise de um grande número de malhas de controle, através de relatórios de desempenho individual e também comparativos entre diversas malhas (Petrobras + UFRGS + TRISOLUTIONS)

RESULTADOS

  • Aumento no percentual de malhas operando em modo automático de 56% para 76%, principalmente nas extremamente importantes para o controle de pressão do header, classificadas com criticidade Alta ou Vital para o sistema
  • Redução de 80% da variabilidade da pressão do vaporde 0,14 kgf/cm2 antes e 0,03 kgf/cm2 após as ações corretivas
  • Redução nas ações do operador nas malhas do sistema de combustão de 50,4 para 0,8 atuações por dia, o que aumenta a segurança da planta

Faça o download do artigo e saiba os detalhes do projeto:

Rua General Bento Martins, 24 cj 1101
CEP 90010-080
Fone.: +55 (51) 3227 8514
Porto Alegre/RS - Brasil