Procedimentos automatizados garantem a redução no número de trips do compressor em 8 plataformas

Saiba como a aplicação de lógicas alternativas no controle regulatório gera aumento de estabilidade no processo de produção.

Estabilização e Segurança Operacional

SOLUÇÃO
Estabilização e Segurança Operacional

TIPO DE PROJETO
Procedimentos Automatizados

CLIENTE
Petrobras

SEGMENTO
Óleo e gás

UNIDADE
CENPES

PERFIL

  • A Petrobras opera em 25 países, prioritariamente nas áreas de exploração, produção, refino, comercialização e transporte de petróleo, gás natural e seus derivados.
  • Capacidade: 2,8 milhões barris de óleo/dia.
  • Plataformas de produção: 122 (64 fixas; 58 flutuantes).
  • Refinarias: 16 (3 no exterior).

DESAFIOS

  • As unidades de produção de petróleo estão se tornando cada vez mais complexas, e com exigências mais severas em termos de segurança, eficiência energética, meio ambiente e qualidade dos produtos.
  • As recentes descobertas na exploração de petróleo nas costas brasileiras abrem novas perspectivas econômicas e estratégicas para a economia e indústria nacional. A exploração destas oportunidades requer novas e desafiadoras tecnologias, que atendam a critérios tais como eficiência energética, especificações de qualidade e limitações físicas.

SOLUÇÃO

Engenharia

  • Participação, juntamente com equipe do CENPES e da Tecgraf, na implementação de duas soluções para estabilização do processo em plataformas de produção: o Controle por bandas: procedimento para estabilizar as vazões utilizando a capacitância dos vasos, através da sintonia automática, usando a filosofia pulmão (bandas) para os níveis o Controle antigolfadas: procedimento para minimizar os efeitos das golfadas severas através da manipulação da válvula choke dos poços.

Software

  • MPA® – Módulo de Procedimentos Automatizados. Cria e executa lógicas de controle e automação avançadas de maneira intuitiva, através de uma linguagem de fluxogramas. (Petrobras + Tecgraf PUC-RIO).

RESULTADOS

  • Redução do fator de amplificação e do percurso das vazões de exportação de oito plataformas. Aumento de estabilidade são refletidos em menores desgastes dos atuadores e linhas (com grande impacto para os oleodutos de exportação de óleo).
  • Redução nos eventos de trips do compressor de 6 para 0,5 trips/mês em uma das plataforma, as emissões de CO2 para a atmosfera em 1.200 toneladas de CO2 por ano.

Receba o artigo por e-mail e saiba os detalhes do projeto:

Rua General Bento Martins, 24 cj 1101
CEP 90010-080
Fone.: +55 (51) 3227 8514
Porto Alegre/RS - Brasil
Envie seu currículoEnvie seu currículo