Equipes em home office: como administrar a eficiência de processos industriais de forma remota

Dashboards inteligentes, capacitação de equipes, racionalização de alarmes e outras soluções para seguir aumentando a produtividade mesmo longe da planta. 

Há muito tempo o trabalho remoto é uma prática corrente no meio industrial. As soluções que envolvem otimização e aumento de eficiência dos processos de forma contínua podem ter a análise de dados sendo feita fora da planta. Outras soluções, mais pontuais, como a execução de diagnósticos e a criação de dashboards – organização dos indicadores em telas limpas e organizadas –, podem ser desenvolvidas totalmente a distância.

Bastam dois aspectos essenciais: a disponibilidade dos dados e a comunicação direta com a equipe da planta, mesmo que esta também esteja fora da unidade. “Com dados disponíveis, nossa equipe pode analisar e apontar melhorias, estando em qualquer ambiente”, afirma Simone Marcon, consultora técnica da TRISOLUTIONS. O contato com os engenheiros responsáveis pelo projeto e com a equipe de operação da planta permite o trabalho em conjunto para a execução dessas melhorias.

Trabalhar a distância pode, inclusive, trazer benefícios. O primeiro, claro, é reduzir custos. Com menos deslocamentos e menos perda de tempo em traslados e acomodações, o projeto fica naturalmente mais enxuto. Além disso, os profissionais que prestam o serviço podem executá-lo em ambientes mais silenciosos e ergonômicos, nem sempre disponíveis em uma planta industrial. Para a contratante, a disponibilização de um ambiente para os engenheiros contratados e a locomoção deles deixam de ser uma questão. É claro que nada substitui o contato direto com as pessoas envolvidas”, conta Augusto Raimundo, engenheiro da TRISOLUTIONS alocado para a Klabin, em um projeto de engenheiro residente que já dura mais de 4 anos. “Quando não conhecemos a planta ou a equipe que vai trabalhar conosco em algum novo desafio, o ideal e fazer ao menos um kick off in loco. Ao menos uma call com vídeo já ajuda a baixar as barreiras e começar a construir uma relação de confiança e de colaboração entre todos. Afinal, somos bichos sociais”, complementa. 

Diagnóstico, monitoramento e suporte

Para que o funcionamento da planta seja o mais eficiente possível, é necessário o monitoramento das condições do processo e dos equipamentos. Em um dos nossos projetos com a MODEC por exemplo, em uma plataforma offshore, avaliando dados do processo em poços e compressores, foi possível a elaboração e o acompanhamento remoto de testes, assim como a discussão dos resultados com a equipe. Essa análise resultou em uma lista de ações de melhoria que foram implementadas para aumentar a produção, como a alteração de sintonia, a modificação de lógicas existentes e a instalação de 2ª válvula de controle, assim como no levantamento qualitativos dos ganhos associados a cada uma das ações de melhoria. Tudo feito de forma remota, sem prejuízos ao resultado obtido.

Dashboards

Agilidade na tomada de decisão é primordial no dia-a-dia da equipe de operação. Para isso, um dashboard limpo, com os principais indicadores, é essencial. Oferecemos softwares pensados para suprir essas demandas. Um deles é o Landscape que, além da visualização clara de indicadores, já dá sugestões de ações para o aumento da eficiência.

Gestão de ativos

Boa parte das empresas fazem manutenção preditiva baseada em avaliações semanais dos equipamentos em campo, como estas atividades atualmente podem estar prejudicadas, a solução TriGeA pode compensar isso através do monitoramento remoto da condição de cada equipamento”, lembra Leandro Porto Lusa, Gerente Comercial da TRISOLUTIONS. O software, que agora incorpora técnicas de machine learning em seus diagnósticos, monitora sensores críticos, malhas, válvulas, bombas, compressores e pode ser adaptado para qualquer tipo de ativo

Gerenciamento de Alarmes

Um bom tipo de projeto a ser tocado nessa época em que parte da planta pode estar parada é o de racionalização de alarmes. Remotamente, é possível depurar as mensagens e alarmes disparados à equipe de operação, ajudando-a a focar no que realmente interessa, seja em situações críticas ou no dia-a-dia da planta, de forma a aumentar sua eficiência operacional. Na Petrobras, executamos esse projeto em uma unidade ainda em fase de projeto, o que permitiu que, quando pronta, a planta já entrasse em operação com uma filosofia de alarmes determinada, bem configurada e número reduzido de eventos.

Cursos e Treinamentos

Outra forma de aumentar a eficiência de uma planta é ter uma equipe bem treinada e apta para enfrentar desafios diversos. O momento é propício para capacitar a parte da equipe que está em casa através de treinamentos remotos. A gestão de conhecimento à distância permite preparar sua equipe sem a necessidade de um encontro presencial. Além disso, cursos podem se customizados de acordo com as necessidades de cada equipe ou projeto

Rua General Bento Martins, 24 cj 1101
CEP 90010-080
Fone.: +55 (51) 3227 8514
Porto Alegre/RS - Brasil